Passeio á Povoa para ver as sereias.

Próxima saída sabado 29 de Abril. Convivio anual dos Bikenaturas em Pampilhosa da Serra.

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

A PERSPETIVA HISTÓRICA DOS BIKENATURAS

(Um dia)



Um dia,
Quando a juventude escassear
E a saudade nos assolar
Podemos ter a certeza,
Do olhar, do choro e da vaidade
Do espanto, e da tristeza
Daquilo que o Skriba narrar.



Um dia,
Nos desencontros da vida;
Desvairados e sem destino.
Confiamos em ti, Batedor!
Guia-nos no rumo certo,
Leva bem alto a nossa vontade
De nos voltar a encontrar.




Um dia
Querqus nos dirá:
-Ena pá! Valeu a pena!
Valeu a pena andarmos por cá.
A saborear a Natureza,
A beber dos seus encantos
E a ela podermos voltar.





Um dia
Quando o tempo nos disser
Que é tempo de abdicar
Uma voz alta e cintilante
Louvará os nossos feitos.
É Ele no seu esplendor!
É o nosso Tenor a cantar.



Um dia
De tédio acometidos
Pela quietude da noite
Surge o Ninja empolgante
Com total ausência de sono
E com determinação nos apela...
“Rapazes, estou aqui! Temos que continuar”.



Um dia
Por um motivo qualquer
A força e a vontade se mitigar
E o desânimo de nós se apossar
Wolf, virtuoso, lá estará
Para o ímpeto nos acicatar
E, também, a coragem de voltar.




Um dia,
As nossas forças esvanecem-se
E só com a potência da alma,
E com toda a energia do corpo
Marcamano assumirá
Com vigor e confiança
A honra de nos representar.



Um dia
Já fatigados de andar
Saudosos desses momentos
Riones comentará:
- Oh pessoal! Foi bom.
E apesar de continuar
Melhor!? Foi com os Bikenaturas andar!




Um dia
Virá outro dia
Com a vontade esvaída
E o cansaço a assentar
-Então, Bikenaturas!? Mister questionar-nos-á.
Não! Não é tempo de acabar.
Arreganhem-me a coragem! Toca a andar!


E o que hei-de eu dizer
Da vossa figura cimeira?
Loas? Não lhe dou, com certeza.
Não merece coisa pífia!
Algo mais sublime quer.
Vai querer a vossa alegria
E a amizade que lhe quiserem dar.


                                                                in Poesia do Raio

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

O 53º RECITAL...

                                                                PARABÉNS! TENOR

   O singer do grupo fez no passado dia 30 de novembro o seu quinquagésimo terceiro ano... 
   Como seria da praxe os BiKeNaTuRas deveriam ter-lhe reservado uma agradável surpresa...Ou seja, um valente empeno! Mas o nosso Batedor , curiosamente, não estava muito virado para santinhas. E aí é que o destemido Tenor mostrou  que neste domingo queria pedalar ao som de um desenfreado heavy metal. Por isso, apesar de só termos rolado 32 km, foi ele que escolheu o trajeto...e que trajeto! 
-Assunção, Assunção!... proferia ele. 
   E pronto como era o seu dia lá condescendemos. 
  Tudo começou com a subida da Pinguela e de seguida subimos ao monte Córdova por Roriz passando por Cabanas e por...não sei mais... até chegarmos a tão desejada Santa. 
   No entanto o maior registo biclista desta passeata foi a auto-inclusão do TÓ. Pois é! Este amigo do pedal fez-nos companhia ao longo deste passeio transvazando uma energia amistosa para com todos BiKeNaTuRaS. 
   Confesso que desde que ando de bicla foi o primeiro amigo do pedal que não se vangloriou de ter feito isto ou aquilo na bicla. Bem só o seu ofício é que nos atemorizou um pouco... CANGALHEIRO! Ninguém é perfeito! Lol...
    Mas regressemos ao nosso estimado Tenor porque ele é que o ator principal. A razão pela qual o track teve poucos km deveu-se aos largos minutos de TBCAD. Caros BiKeNaTuRaS sei que a crise está aí mas não é necessário tanto economizar os pneus porque ultimamente esta ementa dominical está a ser muito repetitiva... lol! 
   Para terminar caro amigo Tenor penso que este dia foi um dos passeios domingueiro com mais peripécias. Se não vejamos...TBCAD, duas quedas, um furo, uma quase perda de máquina fotográfica e telemóvel e a presença de um CANGAGHEIRO que não necessitou desempenhar o seu ofício... Fantástico!
   Só me resta lamentar a falta da bica e sobretudo, faço a minha mea culpa, o "happy birthday to you" ao meu estimado amigo Tenor.
   Recebe deste teu Skriba um ENORME abraço de amizade e que o CANGALHEIRO TÓ, ou outro da concorrência,  seja sempre bem-vindo durante muitos e muitos anos mas para pedalar na presença de todos os bikenaturas.  
O Skriba
Os BiKeNaTuRaS:
,,,,e
O UnderTóker: