Passeio á Povoa para ver as sereias.

Próxima saída domingo 25 de Junho pelas 8,30 na Paluse

sábado, 25 de junho de 2011

ASSAR, TOSTAR E TISNAR NA ECOVIA DO LETHES

   Eis a 4ª incursão, um dos destinos mais apreciados, na Ecovia do Rio Lima. É verdade! 4ª visita!... Mas porque será? Bem, este pleonasmo é de facto, para nós BiKeNaTuRaS, a geminação entre a Natureza e a diversão. Estes ingredientes são suficientes para mover os BiKeNaTuRas até ao "arroz de sarrabulho"... ou outras iguarias que por essas bandas se podem degustar. 
   No entanto, para além do já exposto, existiam dois factores novos. O 1º eram as presenças dos nossos amigos Avelino e Tino que nunca tinham rolado na Ecovia do Lethes. O 2º era um track encontrado pelo Batedor que nos iria  levar pela margem direita do rio Lima até Ponte da Barca. 
  Deixámos os veículos em Vitorino das Donas, mesmo local da última visita, e partimos em direcção a Ponte de Lima. Não me vou alongar sobre o deleitamento que nos proporciona a margem esquerda do Lethes... Para isso bastará reler os relatos anteriores (1º, 2º e ). Deste modo chegámos à cidade do rio do esquecimento onde o Ninja não resistiu a travar conhecimento, linguagem gestual, com algumas das belas donzelas minhotas.

   Findo este episódio atravessámos o Lima para dar início  ao troço da Ecovia denominado por Troço de Refoios "...que percorre a margem Norte, Nascente, do Rio Lima, ligando a Vila à Freguesia de Refoios do Lima.
  Com início junto ao Festival de Jardins do Arnado, este Troço partilha os primeiros metros da etapa do Caminho de Santiago, entre Ponte de Lima e Valença.
   Sempre paralelo ao rio, termina no Cais da Garrida em Refoios do Lima, através dum trajecto simples, sem declives, em piso de saibro rolante. Está balizado sempre que necessário e dispõem de informação e sinalização específica..." in ciclovia.com.pt


   A partir do Cais de Garrida em Refoios é que foi penar...Penar! e de que maneira não só devido às inúmeras "partidas" que possui o track descarregado para o Garmin como, e sobretudo, o calor insuportável sentido ao longo desta margem direita do Lethes e... alguns furos encontrados, por mim, pelo caminho. Mas lá fomos ultrapassando todas estas contrariedades sempre com smiles.


  Depois de chegarmos a Ponte da Barca dirigimo-nos ao restaurante "Varanda do Lima" onde o repasto nos esperava. Aí a nossa boa disposição foi acrescida com uns colegas amantes das quatro rodas e que por vezes também dão umas voltinhas nas de duas rodas. Realço nesse grupo um excelente "animador e cantor" que redobrou a boa disposição em todos os presentes.

Antes de montar as burras aconteceu a fumaraça da praxe...


   Findo o ágape regressámos, com pouca vontade, à biclada ao longo da margem esquerda do Lethes. Ao sabor da vontade lá fomos rolando pelo Troço dos Açudes até aos Moinhos de Água da Gemieira passando pela Fonte Santa.


   Quando chegámos a Ponte de Lima fomos surpreendidos, positivamente, por um evento equestre onde os sabores tradicionais também estavam bem representados.

    Seguimos pelo Troço das Veigas até ao local onde nos esperavam os nossos veículos. Aí fomos recebidos por "caravanistas" que nos ofereceram umas deliciosas pataniscas às quais o nosso Ninja não se fez rogar. Simpáticos os campistas! 


   Depois de guardar as burras fomos todos mergulhar no rio Lethes onde as brincadeiras aquáticas foram mais que muitas.


   E pronto mais uma visita à Ecovia de Ponte de Lima onde o companheirismo e o divertimento imperaram. 
   Espero que para os nossos convidados foi um dia bem passado e que as suas expectativas foram realizadas.
    Para findar queria realçar o facto de que em todas as visitas feitas a este local fica sempre algo de novo a acrescentar  ao álbum dos "souvenirs".
O Skriba
PS (10 de Julho) - Aqui faço publicamente a "mea culpa" ao ter olvidado os meu caros colegas de bicla...Deste modo não participaram: o Tenor por motivos "hernianos", o Marcamano por motivos "inspeccionais" e o Riones por motivos "Porticais".


Foram tostados 59 km em 4h10mn

Os BiKeNaTuRaS:
 
e os nossos prezados amigos:
 e 

Sem comentários: